Área de Conhecimento

Nesta secção há o compartilhamento de artigos, textos, opiniões e ideias sobre assuntos que envolvem a nossa sociedade como um todo de forma a permitir o desenvolvimento de uma opinião crítica principalmente sobre situações que envolvem o nosso dia a dia, não apenas como pessoas, em nossas relações mais próximas, bem como aquelas interações profissionais.

Conhecimento é Poder?

Esta é uma pergunta que costumo fazer em vários cursos e palestras que tenho ministrado ao longo dos anos.

Obviamente, que quando feita em público, na presença de inúmeras “testemunhas”, a resposta ouvida normalmente é: Não, claro que não.

É claro que a forma como a pergunta é feita pode fazer toda a diferença.

O cenário também influencia

Quando esta questão é feita, normalmente, o entendimento a ser desenvolvido está relacionado com o quanto as pessoas não devem acreditar que os conhecimentos que possuem são os garantidores de suas posições profissionais no mercado corporativo.

Uma clara provocação.

E diante disso, o público normalmente me devolve com a resposta negativa.

Pois bem, já que eu provoquei, eu levo o troco e... acredito.

Ou finjo que...

Pois, infelizmente, não é bem assim que as coisas funcionam.

Mas não posso achar ruim, nem sequer esperar outro tipo de postura.

Isto não é tipo de pergunta a se fazer.

É como que se eu perguntasse: Quem gosta de chocolate?

Pode ser que encontre alguém que não goste, mas se tudo ocorrer de forma “normal”, a resposta positiva será de quase 100%.

A verdade é que a pergunta é feita para, paradoxalmente, não ser respondida.

Pois embora, todos, ou pelo menos a maioria, externalize que conhecimento não é poder, no dia a dia corporativo agimos como se ele fosse.

Mesmo porque se não fosse assim, qual seria a razão das pessoas procurarem se capacitar cada vez mais, de maneira formal ou informal que seja.

O que noto, é que realmente é possível garantir que conhecimento seja poder, no entanto, também podemos afirmar que não é este poder que fará com que possamos crescer ou nos manter em destaque em nossa profissão.

O verdadeiro combustível que nos mantém em algum patamar de destaque é justamente a frequência com que compartilhamos os conhecimentos que possuímos.

Talvez seja isso.

Não, é exatamente isso.

Este passo será o essencial para nos manter na caminhada.

Longa, às vezes, cheia de obstáculos, mas certamente, quando vencida, reconfortante.

Acho que vou mudar a pergunta rs rs